<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://px.ads.linkedin.com/collect/?pid=2414825&amp;fmt=gif">
Case Viva Barranquilla

Melhorando a experiência de compra do cliente

Viva Barranquilla: centro comercial de luxo na Colômbia

O Viva Barranquilla é um shopping localizado na cidade de Barranquilla, na Colômbia, com uma população de 1,2 milhão de habitantes. Barranquilla está localizada próximo ao Mar do Caribe, e é a maior cidade e o segundo porto na região norte da Costa do Caribe.

Viva Malls” é a maior rede de shopping centers da Colômbia, respaldada por mais de 110 anos no ramo de varejo e 20 anos de expertise no ramo imobiliário. 

A marca faz parte do “Grupo Êxito”, líder na Colômbia, e também está presente no Uruguai com as marcas Disco, Devotee e Géant Groups e, na Argentina com a marca Libertad. O grupo aposta na inovação como agente da evolução do varejo, e na transformação digital para garantir melhores experiências para o cliente. 

O Viva Barranquilla possui muitas lojas de alto padrão, como Adidas, Diesel e Body Tech. O shopping recebe a visita de muitos turistas, que buscam uma ótima experiência de compra.

No entanto, a forma com que o shopping foi construída foi baseada em uma arquitetura tradicional, o que consiste em muitas áreas “fechadas”, com muitas barreiras físicas. Em conjunto à arquitetura do shopping, a experiência de compras omnichannel chegou às pessoas que visitavam o centro comercial: muitos clientes queriam verificar itens de uma loja em um aplicativo online, para depois ir até a loja física experimentá-lo, por exemplo. 

As vendas online e a conexão com diferentes plataformas e aplicativos que permitiam a troca de informações imediatamente entre usuários, e ainda cupons de descontos exclusivos através desses canais, começaram a deixar muitos usuários ficassem frustrados com a falta de conectividade, e as operadoras locais estavam recebendo muitas reclamações dos clientes. E foi então que o Viva Barranquilla estabeleceu uma parceria com a QMC Telecom.

case-foto-viva_barranquilla
150mil
m2 de área coberta
+1,2mi
visitantes estimados por mês
72
antenas distribuídas

Viva Barranquilla & QMC: foco na experiência do usuário

A estratégia de sucesso do mundo do varejo era bastante simples antes do surgimento da internet: tudo que as lojas precisavam fazer era investir em algum espaço publicitário. Ir ao shopping era uma das atividades mais divertidas para pessoas de todas as idades e classes sociais. No entanto, hoje os shoppings enfrentam muitos desafios, uma vez que os clientes podem encontrar basicamente qualquer coisa online e receber na porta da sua casa - o que afeta diretamente o fluxo e a frequência de visitantes dos shoppings.

Quando os visitantes locais - e principalmente os turistas - vão a um shopping, eles procuram uma ótima experiência de compra, e a conectividade desempenha um papel muito importante para que isso aconteça: poder ligar para seus amigos e familiares para que você possa encontrar com eles antes, durante ou depois da sua visita; compartilhar um item que você realmente gostou com alguém especial; publicar fotos e vídeos instragramáveis nas redes sociais; e ainda potencializar as possibilidades do omnichannel, como encontrar um item específico online e trazê-lo para o mundo offline - as possibilidades são infinitas!

Do ponto de vista do shopping, a conectividade é importante para coletar informações sobre os clientes para melhor entendê-los e atender às suas necessidades. Sem as informações adequadas, a administração não pode tomar decisões baseadas em dados sobre como melhorar seus negócios.

De acordo com o relatório “State of Retail Tech: Ahead in 2020”, do  a CB Insights,  as cinco áreas principais onde os shoppings usarão tecnologias de ruptura e big data são:

  1. Lojas mais inteligentes: a visão computacional e a Inteligência Artificial irão estimular melhor o rastreamento do comprador e do estoque, além de permitir mais checkouts sem caixa.

  2. Blue light specials 2.0: Procure mais etiquetas eletrônicas e dados de compras mobile para gerar oportunidades de compra certas para os compradores certos, gerando fidelidade e lucratividade.

  3. Só para você: alguns varejistas e marcas vão “conhecer” os consumidores por meio do reconhecimento facial, usando IA. Como resultado, os consumidores esperam experiências ainda mais relevantes.

  4. Compra de nível superior: os varejistas implementarão realidade aumentada e virtual em todas as plataformas para permitir a experimentação, a interação do produto e o atendimento ao cliente.

  5. Varejo em todos os lugares: comércio de automóveis, vendas inteligentes e pop-ups online para offline (O2O) se multiplicarão. Será crucial para os varejistas ampliarem sua compreensão da jornada do cliente até a compra.

Nem é preciso dizer que todas essas frentes inovadoras precisam de conectividade de qualidade para funcionar. Mesmo que o shopping tenha um sistema Wi-Fi, o Wi-Fi sozinho não consegue lidar com todas as informações de dados - e depende do usuário se conectar à rede à sua escolha. O Wi-fi também apresenta limitações de segurança.

 

Quer ser o próximo case de sucesso em parceria com a QMC Telecom?

Primeiramente, o desenho da solução

O Viva Barranquilla sabia que seus clientes precisavam ter acesso a todas os caminhos que a conectividade traz. Quando a QMC fez parceria com o shopping, nossas equipes de engenheiros fizeram um walk test para verificar os níveis de conectividade dentro do shopping e descobrimos que, devido a barreiras físicas, o sinal externo não conseguia penetrar nas paredes do shopping - o que exigia um sistema interno dedicado para que os usuários tivessem uma boa conectividade dentro do shopping - o que chamamos de DAS (Distributed Antenna Systems).

O principal desafio para este projeto foi projetar um sistema DAS que pudesse caber no orçamento da operadora, bem como fornecer conexões de qualidade para o usuário final.

Como muitos shoppings, o Vila Barranquila se preocupava em como a implantação do sistema interferiria na arquitetura do shopping. A equipe de especialistas da QMC foi capaz de acalmar essas preocupações ao mostrar para o Viva Barranquilla alguns dos outros sistemas que fizemos para outros clientes, e que também levam em consideração a preservação da estrutura e design já existentes: nossas antenas poderiam muito bem ser confundidas com um detector de fumaça ou uma câmera de segurança. Sempre levamos a estética do local muito a sério e trabalhamos duro para que nossas antenas se confundam com o teto.

 

Um projeto único, como Viva Barranquilla

O projeto foi desenvolvido como um Sistema DAS Passivo, composto por 4 setores que fornecem cobertura e capacidade ao shopping da seguinte forma:

  • Setor 1: Porões -3, -2, -1 e Nível 1, lado norte
  • Setor 2: Níveis 2, 3 e 4 Lado Norte
  • Setor 3: Porões -2, -1 e Nível 1, lado sul
  • Setor 4: Níveis 2, 3 e 4 Lado Sul

A fase de construção foi muito tranquila: toda a construção decorreu nos tempos previstos, não ocorrendo interferências ou imprevistos. O trabalho foi muito limpo e nenhum problema foi registrado com nenhuma das marcas que ocupam o Shopping Center.

No primeiro mês terminamos os níveis 3 e 4 (onde ficam a praça de alimentação, a academia e o cinema) e no mês 2 passamos para os níveis 1 e 2 (que contam, principalmente, com lojas) e o estacionamento subterrâneo. Em menos de 3 meses tínhamos todo o shopping coberto.

A implantação do projeto foi desenvolvida em dias úteis das 22h às 7h, de domingo a sexta-feira. No sábado não houve atividades devido à grande ocupação dos restaurantes e do cinema.

Uma parte importante do projeto foram as reformas: como o shopping está constantemente mudando seu layout interno, o QMC fez alguns trabalhos proativamente após a conclusão da instalação, para garantir a qualidade do sinal wireless pelo qual o QMC é conhecido.

 

Resultados: consumidores prontos para se conectar & comprar

Antes da implantação do projeto, nosso cliente âncora (e as demais operadoras) estava praticamente sem serviço de sinal de celular no shopping. O nível médio do sinal RSCP para a tecnologia 3G foi -121 dBm e o nível médio do sinal RSRP para a tecnologia LTE foi -111 dBm. Para fins de contexto, o sinal de celular “bom” médio para a tecnologia 3G é RSCP maior que -85 dBm e para tecnologia LTE é RSRP maior que -95 dBm:

case-viva-barranquilla_det1

 

Após o comissionamento de nosso sistema, 99,98% das amostras RSRP para tecnologia LTE são maiores que -85 dBm, confirmando a excelência do serviço com a solução implementada:

case-viva-barranquilla_det2

 

Quero resultados incríveis de conectividade no meu empreendimento

Com a palavra, o cliente:

case-viva-barranquilla-ricardo-gonzalez
“A QMC foi a melhor escolha para fazer a implantação da infraestrutura DAS dentro do Shopping Center, com o objetivo de resolver os problemas de comunicação que tínhamos. Com um trabalho muito limpo, sem interferências ou imprevistos, nossos clientes têm agora uma experiência muito melhor."
 
Ricardo González, departamento de ativos imobiliários do Grupo Éxito

Por que fazer seu DAS com a QMC

Não temos soluções que vem dentro de uma caixa

Planejamos, desenhamos e implementamos soluções específicas para cada cliente. Queremos entender o seu negócio e ver de que maneira podemos ajudar.

Temos os dois pés no futuro

Nossas soluções estão sempre se preparando para o amanhã

Somos verdadeiramente especialistas

,Respiramos infraestrutura de telecom 24 horas por dia, todos os dias. Conhecemos o nosso mercado, e conseguimos negociar com os players envolvidos..

Somos obcecados em atender bem nossos clientes

Por isso, somos muito exigentes com relação à nossa velocidade de resposta e resolução de problemas.

Quero um sistema DAS para o meu empreendimento

Veja outros cases

case-sp-expo

São Paulo Expo e QMC

Cobertura indoor para o principal destino de eventos da América Latina

case-hotel-vila-gale-1

Vila Galé e QMC

O desafio de levar conectividade a lugares remotos, sem interferir no meio ambiente